Como proceder em casos de motor inacessível?

Primeiramente, tente fazer a foto do motor com o auxílio do boroscópio, enquadrando todos os caracteres da numeração.

Veja como fazer:

Ainda assim, caso não seja possível fazer a foto de forma adequada, o Regulamento Técnico apresenta duas soluções:

 

  1. O cidadão deve levar o veículo a uma oficina para desmontar o compartimento do motor, e o vistoriador acompanhá-lo para fazer a foto
  2. O cidadão apresenta uma carta-laudo no dia da vistoria

 

Porém, a primeira opção consiste em uma vistoria móvel, ainda não permitida para as ECVs.

 

Portanto, neste momento, o cidadão deve apresentar a carta-laudo da montadora ou declaração da concessionária ou oficina credenciada pelo fabricante do veículo, constando foto(s) nítida(s) e de boa qualidade da numeração do sinal identificador, bem como as informações correspondentes a procedência e originalidade.

 

Sem a carta-laudo, não será possível prosseguir com a vistoria em caso de motor inacessível.