Como escolher o melhor local para abrir sua empresa de vistoria veicular

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Se você decidiu entrar para o setor de vistoria veicular, um dos seus principais dilemas deve ser como escolher o melhor local para abrir sua Empresa Credenciada de Vistoria (ECV) para que você possa lucrar o máximo possível e fazer valer seus investimentos.

Saiba que essa é uma preocupação muito comum. Afinal, ninguém quer apostar em um empreendimento para permanecer estagnado, concorda?

Além do endereço propriamente dito, dependendo da unidade federativa, a legislação tem exigências relacionadas ao espaço para estacionar os veículos, receber os clientes, realizar atividades administrativas, além de sanitários e atendimento aos critérios de acessibilidade.

Para você ficar tranquilo, preparamos esse post esclarecendo esses pontos e dando dicas de como escolher o melhor local para abrir sua empresa de vistoria veicular.

Legislação e tamanho mínimo de uma empresa de vistoria veicular

A lei que “estabelece procedimentos para o exercício da atividade de vistoria de identificação veicular” é a Resolução nº 466/2013 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito). É nela que se fundamentam todas as leis estaduais relacionadas à atividade de vistoria de identificação veicular.

De acordo com a alínea “a”, inciso IV do Art. 4º da Resolução, um dos documentos que devem ser entregues para o credenciamento da ECV é o “projeto atual aprovado e registrado pelo Município e fotos atualizadas do estabelecimento”.

Por sua vez, essas fotografias devem identificar algumas diretrizes do Contran sobre o espaço físico da ECV. Veja quais são elas:

  • O estabelecimento deve ter espaço adequado para o estacionamento de veículos;
  • A ECV deve ter dimensões compatíveis para realizar vistorias veiculares em áreas cobertas (e para que sejam realizadas apesar de intempéries), sendo vedado o uso de estruturas provisórias;
  • No caso de veículos pesados, as vistorias poderão ser realizadas em área descoberta, no pátio da empresa.

Como podemos observar, apesar de indicar algumas características, a Resolução nº 466/2013 do Contran não especifica a metragem mínima que deve ter uma ECV.

Por consequência, o próximo passo é verificar as exigências do Detran do Estado onde você vai abrir sua ECV.

Estrutura física de uma ECV em São Paulo

Estrutura física de uma empresa de vistoria veicular

Para exemplificar, vamos citar as especificações do Detran do Estado de São Paulo (Detran-SP), presentes na Portaria nº 68/2017.

Além de levar em consideração as características listadas acima, o Detran-SP determina que a ECV deve ter:

  •  Área de vistoria coberta em espaço contíguo de, no mínimo, 50 m², sendo vedado o uso de estruturas provisórias e não deve sofrer influência de iluminação direta do sol ou chuva;
  • Área administrativa de, no mínimo, 20 m² (nessa medida pode-se incluir a sala de espera);
  • No mínimo, um banheiro com acessibilidade conforme ABNT 9050. Porém, é necessário verificar a exigência de cada município para aquisição do alvará;
  • No mínimo, uma vaga de estacionamento exclusiva para pessoas com deficiência (PCD) ou mobilidade reduzida. Ela deve ser demarcada com o Símbolo Internacional de Acesso (SIA), aplicado no chão, e ter rota de acesso na largura de 1,20 m para sala de espera e banheiro de acessibilidade. Além disso, a vaga deve ficar em local onde possa ser evitada a circulação de outros veículos.

Também é proibido instalar a ECV em estabelecimento conjugado a outra atividade, de qualquer natureza que seja.

Uma exceção permitida pela legislação é quando a empresa credenciada estiver localizada em shopping center, não serão considerados como conjugados os estabelecimentos ao redor.

Contudo, poderão ser consideradas as instalações sanitárias comuns do shopping para fins de cumprimento aos critérios de acessibilidade.

Para comprovar toda essa estrutura, o Detran-SP exige que sejam enviados alguns arquivos para o credenciamento.

Um deles é um arquivo em PDF com fotos coloridas de todas as dependências com móveis e equipamentos:

  • Uma foto da fachada;
  • Uma foto da área de vistoria;
  • Uma foto da vaga de estacionamento para PCDs;
  • Uma foto da área de atendimento;
  • Uma foto da sala de espera;
  • Fotos do banheiro: porta fechada, porta aberta, parte de trás, pia e vaso;
  • Fotos de todos os equipamentos obrigatórios: telefone fixo de atendimento, computador, impressora, smartphone, leitor biométrico, câmera instalada, boroscópio, medidor de camadas, paquímetro e vala ou elevador.

Outro arquivo é a planta baixa do imóvel, em PDF, que deve ser entregue em escala 1:100 e conter razão, CNPJ e endereço da ECV, além da informação “Escala 1:100”.

Na planta, deve-se desenhar todas as dependências com suas dimensões. Nas dimensões do banheiro, deve-se incluir o comprimento da abertura da porta, para fins de avaliação da acessibilidade, além do percentual de inclinação de rampas, se houver.

Também é necessário desenhar onde está localizada a vaga exclusiva de estacionamento e sua rota.

Outro ponto importante é indicar as áreas totais do local onde serão realizadas as vistorias e do local da parte administrativa. Veja um exemplo:

Quadro de áreas:

Área de vistoria coberta: ___m² (deduzir vagas de estacionamento, rotas e passagem de pedestres)

Área administrativa total: ___ m² (recepção, sala de espera, todos os espaços administrativos)

Banheiro Acessível (dimensões): ___m x ___m e largura da porta ___m

Encontrando o melhor local para abrir sua empresa de vistoria veicular

Para alcançar resultados positivos, o diferencial pode estar atrelado ao ponto comercial onde sua ECV vai funcionar. Isso porque, caso a localização demonstre fatores negativos, o desempenho das vendas pode ser prejudicado.

No caso das ECVs, que prestam serviço presencialmente, o sucesso do negócio pode estar fortemente ligado à localização.

Entretanto, antes de decidir onde será sua ECV, é essencial ficar atento a alguns pontos como acessibilidade, concorrência e lojas “âncoras”.

Veja 6 dicas de como escolher o melhor local para abrir sua ECV:

  1. Respeite a legislação
  2. Defina o perfil do seu cliente (público-alvo)
  3. Avalie o valor do aluguel
  4. Observe a facilidade de acesso e visibilidade do local
  5. Analise a concorrência
  6. Procure lojas “âncoras”

1. Respeite a legislação

Antes de mais nada, é imprescindível que você siga à risca a legislação do Detran do seu Estado. Se algo não estiver conforme as portarias e resoluções, isso pode te trazer muitos problemas.

Então, fique atento e anote todas as características referentes ao espaço físico da sua ECV, desde a metragem até a exigência de espaços específicos, como sanitários, recepção, boxes, estacionamento etc.

Além disso, você precisa ter conhecimento sobre a lei de zoneamento do município onde pretende abrir sua ECV. Só assim você vai saber conduzir seus negócios de forma legal.

Para isso, você deve se dirigir à prefeitura municipal para averiguar se há restrições em relação à instalação de empresas de vistoria veicular na localidade.

Também é importante que você siga o protocolo do município para a instalação, reformas e apresentação de documentos da ECV.

2. Defina o perfil do seu consumidor 

Defina quais tipos de consumidor você vai atender. Cada Detran estipula regras diferentes para seu respectivo Estado.

Por isso, pode ser que você tenha permissão para oferecer serviços além da vistoria de identificação veicular, como a vistoria cautelar.

Você também precisa determinar se vai atender clientes como seguradora e revendedora de automóveis, e estar próximo a esses clientes facilita bastante a logística. Isso pode aumentar o volume de serviço, fazendo com que você necessite de um espaço maior para atender a demanda.

Além disso, existem Estados cuja legislação não permite atender veículos de outras cidades. Então, é importante estar no mesmo município de seus maiores clientes.

3. Avalie o valor do aluguel

Na hora de buscar por um lugar para abrir sua ECV, procure escolher o melhor custo-benefício. Dessa forma, o interessante é que o valor do aluguel não seja alto.

Contudo, se o valor for muito abaixo da média, é bom desconfiar. Isso porque a localização pode não ser estratégica, além de haver o risco de a estrutura do local não ser das melhores.

Tendo isso em mente, o próximo passo é pensar em quantas vistorias mensais você vai precisar fazer, no mínimo, para cobrir o aluguel.

Por exemplo: se o seu aluguel for R$ 2 mil, isso quer dizer que você tem que fazer vistorias o suficiente para quitar esse valor. Isso sem falar nas outras despesas, como energia e água, encargos trabalhistas e impostos.

Outro ponto a ser levado em conta é que um imóvel muito maior do que é exigido pela lei faz com que a ECV tenha um custo maior de aluguel, limpeza, iluminação, climatização, pintura etc.

4. Observe a facilidade de acesso e visibilidade do local

O ramo de ECV exige que o cliente esteja fisicamente na loja. Por isso, é importante que o ponto seja de fácil acesso e que tenha uma fachada razoável. O ideal é que o cliente não tenha problemas para se deslocar e encontrar sua ECV.

Lembre-se sempre de que conveniência e fácil acesso são aspectos fundamentais que influenciam na escolha do consumidor: o cliente está sempre à procura de praticidade, conforto e segurança.

Além disso, é essencial seguir as exigências da Portaria vigente em seu Estado que detalha regras sobre as cores da fachada, e tamanho e layout da placa da ECV. Cada unidade federativa tem suas respectivas regras, então você não pode utilizar a mesma regra para Estados diferentes.

5. Analise a concorrência

Neste caso, você tem duas opções: instalar sua empresa de vistoria veicular onde há carência e demanda do serviço ou abrir sua ECV próximo à concorrência, oferecendo uma alternativa aos consumidores da região.

Se optar pela primeira possibilidade, você precisa realizar uma pesquisa de mercado para confirmar onde realmente existe essa procura.

Caso opte pela segunda possibilidade, é importante ter em mente que pode ser um pouco arriscado. Por isso, é fundamental que sua ECV tenha diferencial competitivo, seja no valor dos serviços ou na qualidade do atendimento, por exemplo.

No site do Detran você encontra as empresas credenciadas para entender com quantas ECVs você vai concorrer. É importante saber também a frota do município pretendido!

6. Procure lojas “âncoras”

Você pode optar por uma localidade com uma concentração de empresas do ramo veicular para que você possa proporcionar mais comodidade aos clientes.

A ideia é estar próximo a oficinas mecânicas, lojas de lanternagem, pintura e lojas de autopeças, seguradoras, revendedoras de automóveis, facilitando a logística de quem tiver o laudo reprovado, por exemplo.

Dica bônus: invista em presença digital

Hoje em dia, se você não está na internet, você praticamente “não existe”. Boa parte das pessoas, antes de contratar um serviço, procura por ele na internet — mais especificamente, no Google.

Assim, é fundamental que você invista em presença digital para ter visibilidade e conquistar o maior número de clientes possível. Quando abrir sua ECV, para iniciar na estratégia, é importante que você crie a conta da empresa no Google Meu Negócio.

O Google Meu Negócio consiste em uma ferramenta gratuita e simples de usar que possibilita que empresas gerenciem sua presença no Google, tanto na Pesquisa como no Maps.

Com o Google Meu Negócio, você consegue reunir informações como:

  • Endereço da sua ECV
  • Perfil completo da empresa, com os dados de contato (WhatsApp, telefone e e-mail)
  • Horário de funcionamento
  • Endereço de filiais, com o horário de funcionamento de cada uma
  • Avaliações de clientes
  • Fotos do local
  • Links de perfis em redes sociais

Em resumo, o Google Meu Negócio é essencial para atrair clientes e se destacar na internet. Por meio da ferramenta, você tem divulgação gratuita, tendo muitas chances de sua ECV aparecer entre os primeiros resultados do Google.

O ideal é que você contrate serviço especializado de marketing para cuidar da presença digital da sua empresa de vistoria veicular, envolvendo site e mídias sociais, por exemplo.

Porém, se ainda não cabe em seu orçamento, fique tranquilo. Você mesmo pode criar a conta Google Meu Negócio para se destacar nas buscas, seguindo este passo a passo para se inscrever.

No texto de hoje, você aprendeu quais as exigências do espaço físico de uma empresa de vistoria veicular e dicas de como escolher o melhor local para abrir sua ECV. Com isso, já consegue se guiar para fazer uma boa escolha!

Quer saber como implementar a ISO 9001 em sua futura empresa de vistoria? Leia nosso artigo que mostra 7 passos para fazer a implementação da norma!

Categoria:

Vistoria veicular

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram

Receba as novidades em primeira mão

Nós também odiamos spam, então não se preocupe com isso.